14 outubro 2015

Recomendações da Câmara dos Deputados irritam advogada que pediu impeachment de Dilma

Janaína Paschoal, que assinou pedido junto com Hélio Bicudo, diz que carta enviada na semana passada é perfeita.

Embora tenham entrado com pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff há duas semanas na Câmara dos Deputados, nem o jurista Hélio Bicudo – um dos fundados do PT – nem a advogada Janaína Paschoal, que assinaram o requerimento, receberam qualquer notificação oficial de irregularidade formal do documento. Surgiram informações de que eles apresentariam um novo pedido, o que Janaína nega ter feito.  “Recebi o telefonema (pela manhã) da presidência da Câmara e fui informada de um prazo, sem apontamento de qualquer irregularidade formal”, diz Janaína. “A sra.(assessora de Eduardo Cunha) que me telefonou disse ser um prazo genérico, que o presidente está concedendo a todos os denunciantes”, afirma. Disse, porém, que o pedido feito em conjunto com Bicudo é tecnicamente perfeito. “Juntamos as certidões de quitação e reconhecemos firma por autenticidade. Há a narração dos fatos e a capitulação jurídica.” Segundo a advogada, o gabinete de Eduardo Cunha prometera enviar a notificação pelo correio e por e-mail, mas, até o momento, a mensagem eletrônica não chegou.

Fonte: Revista Época
Data: 14/10/2015

Deixe um Comentário